BQ Escritórios em Inglês BQ Offices - English

Mulheres na liderança: os desafios do dia a dia

Empreendedorismo

Pensando no Dia Internacional da Mulher, trazemos no post de hoje um assunto que, apesar de sua importância, deveria ser mais presente na sociedade e no mercado de trabalho: as mulheres na liderança.

Ainda que todos os anos se discutam exemplos de empresas lideradas por mulheres, o cenário de cargos de liderança femininos cresce em passos lentos.

De acordo com o relatório International Business Report (IBR) - Women in Business 2019, realizado pela Grant Thornton, o Brasil está entre os dez países com mais empresas que têm mulheres em cargos de liderança.

Segundo os dados, 93% das empresas no país afirmaram ter, pelo menos, uma mulher como líder — a média global é de 87%.

Contudo, apesar do cenário parecer satisfatório, o número de mulheres líderes no Brasil reduziu quatro pontos percentuais em relação a 2018, saindo da média global de 29% para 25%.

Mulheres na liderança

Nos últimos anos, temáticas voltadas ao direito das mulheres ganharam cada vez mais destaque, e assuntos como empoderamento feminino, igualdade entre os sexos, equidade salarial e liderança feminina começaram a ser discutidos na sociedade e nas empresas.

Mas, como o relatório acima apontou, a presença mais ativa das mulheres em cargos de liderança ainda é instável.

Afinal, segundo a pesquisa “Atitudes Globais pela Igualdade de Gênero” (2019) da Ipsos, três em cada 10 brasileiros sentem desconforto em ter uma mulher como chefe. A relutância à liderança feminina é maior entre os homens, chegando a 31% contra 24% das mulheres.

Essa desconfiança na capacidade de uma mulher de administrar altos cargos tem origem, principalmente, em questões culturais. Enquanto homens rígidos são vistos pelos subordinados como líderes natos, uma mulher autoritária é considerada arrogante e desagradável.

As características de uma líder

As mulheres que almejam alcançar cargos de liderança precisam apresentar atributos que vão além das qualificações profissionais.

Pois, devido aos preconceitos ainda existentes no mercado, a autoconfiança das mulheres no ambiente de trabalho é mais baixa que a dos homens, fator que acaba se tornando um obstáculo para o crescimento profissional delas.

Confira algumas das características que compõem a liderança feminina:

Multitarefas: As mulheres naturalmente têm mais capacidade do que os homens para realizar diversas tarefas ao mesmo tempo e agir rapidamente. Em cargos de liderança essas características se mostram vantajosas em momentos de tomadas de decisões e enfrentamento de crises.

Flexibilidade: Mulheres líderes são mais adaptáveis, flexíveis e inovadoras, atributos indispensáveis para lidar com as instabilidades frequentes das empresas e do mundo corporativo.

Capacidade de inclusão: No papel de gestora a mulher é mais inclusiva, incentivando a participação de toda a equipe, compartilhando informações e estabelecendo uma liderança horizontal.

Boa comunicação: É imprescindível para uma líder ser sociável, comunicativa e expressiva. Estabelecer uma comunicação efetiva auxilia nos compromissos do dia a dia e na realização de objetivos empresariais.

Cooperação: Mais cooperativas, as mulheres líderes incentivam o trabalho em equipe e tornam esses momentos mais naturais e fluidos. Essa característica é essencial para as empresas, afinal, o trabalho em grupo é um dos principais responsáveis pela elaboração e sucesso dos processos internos.

Empatia: O maior contato com o lado emocional faz com que as mulheres apresentem altos níveis de empatia em relação aos colaboradores.

Os desafios do dia a dia

Mesmo possuindo qualificação profissional e as características certas para exercer o papel de líder, a mulher ainda precisa enfrentar diversos obstáculos para conquistar cargos de diretoria e chefia.

Dentre esses desafios no mercado de trabalho estão as empresas de cultura tradicional, que não adotam práticas de diversidade, o preconceito, o assédio, a maternidade, a diferença salarial, etc.

Oportunidades de crescimento

Ainda que a passos lentos, as mulheres estão ultrapassando barreiras e conquistando um espaço de direito em cargos de liderança. Mas ainda há muito a ser feito!

O apoio das organizações é fundamental para que as profissionais alcancem cada vez mais conquistas no mercado de trabalho. Afinal, como você conferiu, os obstáculos e a desconfiança fazem parte do dia a dia profissional delas.

Nós da BQ Escritórios e Coworking apoiamos a liderança feminina e oferecemos todo o auxílio necessário para as mulheres desenvolverem habilidades e descobrirem novas oportunidades profissionais.

serviços

compartilhe essa postagem em suas redes sociais!

postagens relacionadas

Empreendedorismo

Qual é o papel do líder na empresa

Dentro de uma organização existem diversos cargos e trabalhos diferentes. E o papel de líder na empresa talvez seja a funç...

leia mais
Empreendedorismo

Empreenda como uma garota: o poder do empreendedorismo feminino

Nos últimos anos, o empreendedorismo feminino no Brasil apresentou um crescimento considerável. De acordo com a pesquisa da Global Entre...

leia mais
Empreendedorismo

10 dicas para se tornar um bom profissional autônomo

Quem nunca pensou em abrir um negócio e ser seu próprio chefe? Os horários flexíveis, a liberdade e a autonomia são...

leia mais

sobre a BQ

A BQ é uma empresa gerenciadora de escritórios, uma solução eventual ou permanente, adequando espaço e serviços de acordo com a conveniência do cliente.

inscreva-se

Receba nossos conteúdos exclusivos.

Rio de Janeiro - Centro (21) 3231-9000 |

Macaé (22) 3723-5400

solicite um orçamento
Rio de Janeiro - Centro Macaé