Abrir uma empresa: quais os desafios nos tempos atuais

Se você já é um empreendedor ou tem vontade de ter seu próprio negócio e já pesquisou sobre o assunto, com certeza já descobriu que é uma tarefa bem difícil. No post de hoje, descubra alguns passos que você deve tomar antes de abrir sua empresa, quais as dificuldades em tempos de crise, mas também quais são as alternativas disponíveis para realizar seu sonho do negócio próprio.

Como é abrir uma empresa no Brasil?

Abrir um negócio é uma tarefa cercada de detalhes, etapas e muita burocracia. Por conta da necessidade de autorizações e documentos para legalizar a empresa, a demora para a finalização de todo processo pode chegar a até dois meses no Brasil. Para conseguir todas as licenças e alvarás necessários, são mais de nove meses de espera, mas o tempo varia dependendo da atividade que se pretende iniciar e também do município onde a empresa será instalada. Além disso, os custos variam muito conforme a região, podendo as taxas dos órgãos competentes variarem de R$200,00 a R$1.200,00. Complicado, não?!

Dependendo do ramo da empresa, existem registros específicos para cada tipo de atividade, e, por isso, um caminho já padronizado que os empreendedores precisam cumprir deve ser seguido.

O primeiro passo é comparecer a uma Junta Comercial com o objetivo de  registrar o contrato social, fornecendo documentos de todos os sócios, além do CNPJ. Após essa primeira etapa, é necessário cumprir a inscrição tributária da empresa na Receita Federal, e pedir a inscrição estadual na Secretaria de Fazenda do seu Estado. Caso a empresa seja de prestação de serviços, esse passo não é necessário. O terceiro passo é comparecer aos órgãos específicos, como a Prefeitura, os Bombeiros, a Anvisa e outros setores ( de acordo com o ramo de atividade estabelecido na abertura da empresa) para solicitar os licenciamentos necessários para a sua área de atuação.

Além de toda burocracia, é bastante comum que os pequenos e médios empresários reclamem da alta carga tributária, que pode atrapalhar o crescimento da empresa, as muitas complicações para conseguir recursos financeiros para investir no setor, além do baixo nível geral de formação de mão de obra. A complexidade contábil também pode ser um empecilho, e os gastos com essa área também poderão ser um fator negativo, sendo aconselhável o apoio de um contador durante todo o processo.

Empreender na crise, sim ou não?

Apesar de toda a burocracia e de parecer loucura, empreender em momentos de crise pode ser uma boa oportunidade. Segundo a Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, companhias bem sucedidas como a General Motors, AT&T, Disney, MTV, foram fundadas durantes períodos de recessões econômicas. Ou seja, motivação de sobra para investir naquele sonho há tanto tempo guardado.

Diversos estudos comprovam que qualquer negócio em seu estágio inicial, com investimento de até R$ 1 milhão, pode levar até no máximo dois anos para atingir seu ponto de equilíbrio e em volta de 3 anos e meio para se alcançar o que foi investido inicialmente. Apesar disso, cada ramo tem suas características, por isso esses dados mostram uma média e não uma comprovação exata. Dessa maneira,  certos negócios podem obter resultados antes ou mesmo após a média.

Além dessa perspectiva financeira, empreender em tempos instáveis não é loucura porque as crises econômicas mais recentes não têm sido duradouras, mas sim cíclicas. Por isso, iniciar um negócio agora vale a pena, pois independente das circunstâncias, uma empresa em seu estágio inicial encontrará as mesmas dificuldades para crescer rápido, levando em conta que a marca não está consolidada, os clientes ainda não existem, a equipe ainda está sendo formada e etc. Todo esse tempo necessário para fazer a empresa progredir pode ser uma boa “incubadora” para você analisar o seu modelo de negócio com menos concorrência, já que a maioria opta por dar uma passo para trás em momentos de crise, cortando investimentos e adiando novos projetos. Tomar essas iniciativas envolvem muitos outros fatores, isso é óbvio, inclusive a sua capacidade em se arriscar, fator esse que irá destacar seu negócio frente aos concorrentes.

Quais as alternativas?

Apesar de ter um negócio próprio parecer bastante assustador e caro, fique tranquilo, existem opções que podem se adequar ao seu orçamento disponível.

Grande parte do custo inicial de uma empresa está relacionado aos recursos essenciais para seu bom funcionamento. Esses recursos incluem aluguel de um espaço, compra de materiais, etc.

Levando isso em conta, você tem como uma boa alternativa optar por um escritório virtual, eventual, coworking ou um escritório mobiliado.

Na BQ Escritórios sua empresa ficará muito mais organizada, pois contará com escritórios completos para atender às suas demandas. Oferecemos um serviço diferenciado com o melhor custo-benefício do mercado. Além de contar com toda estrutura ideal para trabalhar disponibilizamos a possibilidade do domicílio fiscal  para registro da sua empresa.

Conheça nossas modalidades:

Escritório Virtual: Oferecemos suporte completo para sua empresa com atendimento personalizado, telefone dedicado, recebimento de recados em tempo real via APP, endereço comercial e domicílio fiscal.

Escritório Eventual: Atenda seus clientes no ambiente ideal, escritórios e salas de reunião mobiliadas, com locação por hora ou diárias. Serviços pay per use que se adaptam a sua demanda.

Coworking: Um escritório compartilhado completo para atender às suas demandas com telefone exclusivo, caixa postal e muito networking.

Escritório Mobiliado: Salas com infraestrutura completa de serviços como atendimento telefônico personalizado, serviços de limpeza, copa, internet dedicada, manutenção, segurança, salas de reunião, e motoboy.

compartilhe essa postagem em suas redes sociais!

postagens relacionadas

Negócios

Os benefícios e oportunidades da terceirização de serviços

Cada vez mais comum, a terceirização de serviços tem se destacado como uma das principais alternativas dentro das estratég...

leia mais
Negócios

Macaé, muito além do petróleo

Conhecida como a capital do petróleo, Macaé tem se destacado positivamente nos últimos tempos pelo crescimento do número d...

leia mais
Negócios

Dicas para fechar novos negócios

Devido à inúmeros problemas, tais como altas tarifas para exportação e a falta de determinados produtos, é inevit&a...

leia mais

sobre a bq

A BQ é uma empresa gerenciadora de escritórios, uma solução eventual ou permanente, adequando espaço e serviços de acordo com a conveniência do cliente.

inscreva-se

Receba nossos conteúdos exclusivos.

rio de janeiro (21) 3231-9000 |

macaé (22) 3723-5400

solicite um orçamento
Rio de Janeiro Macaé